da ponta dos dedos

.posts recentes

. Clone

. Realidade digital

. California Ruins

. Crescer

. Tomar balanço

. Mais música

. A ilha do pessegueiro

. Abrir horizontes

. Fábula do Peixinho e do S...

. Às Armas

.arquivos

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

Quarta-feira, 24 de Agosto de 2005

Aprender a voar

Numa manhã fresca e límpida de Primavera nasceu um passarinho preto. Vivia no topo de uma árvore numa floresta escondida entre as serras. A vida corria alegre e suave nessa floresta, por entre flores e borboletas. O passarito deliciava-se do alto do seu ninho a observar a beleza dançante do voo das andorinhas e a rapidez cortante do voo dos milhafres.


O tempo passou depressa, e os dias começaram a aquecer e a fruta a amadurecer nas árvores.


Com o calor veio também o dia de ele próprio aprender a voar. De deixar o ninho. De ser livre, e de deixar de ter de esperar que a mãe pássaro lhe trouxe-se a comida ao bico.


O passarito caiu, e não conseguiu aprender à primeira. Pobre passarito.


Agora com as asas doridas será que ainda vai conseguir aprender a voar?


publicado por Ana Teresa Fernandes às 11:40

link do post | comentar | favorito

.eu

.pesquisar

 

.links

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds