da ponta dos dedos

.posts recentes

. Clone

. Realidade digital

. California Ruins

. Crescer

. Tomar balanço

. Mais música

. A ilha do pessegueiro

. Abrir horizontes

. Fábula do Peixinho e do S...

. Às Armas

.arquivos

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2008

Crescer

Crescer nunca foi para mim um processo contínuo. Lembro-me de ser uma miúda de 15 anos e havia dias em que acontecia alguma coisa especial e depois eu percebi que nesse dia eu tinha crescido bastante. Como se tivesse dado um salto e num dia crescesse um ano. Mais ou menos como os níveis de energia das orbitais moleculares de uma molécula complexa: quase parecem um contínuo de energia mas no fundo são várias orbitais com energias muito próximas, mas diferentes e entre as quais o electrão tem de "saltar".
Nas duas últimas semanas dei um destes saltos e cresci um ano em poucos dias. Vejo o mundo de outra forma, e o que me parecia azul percebo agora que afinal era verde azulado. É bom crescer, pena que às vezes custe tanto.

publicado por Ana Teresa Fernandes às 21:05

link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De JP a 26 de Fevereiro de 2008 às 23:28
welcome back!


Comentar post

.eu

.pesquisar

 

.links

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds